Quando devo procurar um médico: conheça dicas e sintomas
quando-devo-procurar-medico

Quando devo procurar um médico: afinal, qual o momento certo de ir ao hospital?

5 min de leitura

Vamos ser sinceros: ninguém gosta de ir ao hospital ou clínicas sem motivos, não é mesmo? Por isso, uma das nossas maiores dúvidas envolve quando procurar um médico.

E a verdade é que essa decisão pode variar de acordo com a sua saúde, os cuidados preventivos e até mesmo a atual situação em que nos encontramos. Afinal, nos dias de hoje, com a pandemia, isso também tornou-se um outro desafio.

Isso porque, se antes a tosse parecia não ser um sintoma tão grave, hoje precisamos estar atentos. Ao mesmo tempo, saber quando devo procurar um médico na pandemia mostrou-se diferente, já que o ideal é cumprir com o distanciamento social e evitar aglomerações.

Para tirar todas essas dúvidas, trouxemos um conteúdo completo falando sobre diferentes tipos de consultas médicas, quando você deve procurar um médico por conta da covid-19 e até mesmo alternativas para não precisar ir ao hospital.

Quer saber mais sobre isso e cuidar da sua saúde da melhor maneira? Então continue a leitura.

Principais tipos de consultas médicas

Há diferentes motivos que podem nos levar a procurar um médico. Isso envolve desde consultas periódicas e preventivas, um problema específico ou até mesmo acidentes que nos fazem buscar por atendimento de emergência.

Pensando nas especificidades, vamos nos aprofundar em cada um deles para você parar de se perguntar “quando devo procurar um médico”, encontrando respostas para essas questões.

Consulta de rotina

O cuidado preventivo é uma das principais maneiras de cuidar da nossa saúde e permanecer saudável. A frequência dessas consultas pode depender da idade e do estado de saúde da pessoa. O importante, nesses casos, é sempre perguntar ao seu médico quando deverá voltar.

E quando falamos sobre a nossa saúde, é importante manter essa periodicidade em diferentes especialistas, como:

  • Clínico geral;
  • Pediatra;
  • Oftalmologista;
  • Ginecologista;
  • Dentista.

No caso de grávidas, também podemos incluir as consultas pré-natal, que devem ocorrer de acordo com o período da gestação e estado de saúde da gestante.

Consulta por um problema específico

Mesmo quando estamos com as consultas periódicas em dia, existem momentos que sentimos algumas dores e desconfortos que nos fazem pensar “será que devo procurar um médico?”.

A resposta para essa questão pode depender da gravidade ou até mesmo do nível de desconforto que você está sentindo. O importante é lembrar que não é normal e nem saudável sentir dor. Isso pode indicar um sintoma para algo mais sério, por isso devemos entender quando devo procurar um médico.

Alguns dos sinais que devemos nos atentar para marcar uma consulta eletiva são:

  • Dores de cabeças insistentes: se for algo recente, é importante investigar com exames médicos para diagnóstico e tratamento;
  • Perda de peso súbita e anormal: o emagrecimento súbito pode ser o indicativo de diferentes doenças mais graves, por isso é essencial procurar por avaliação médica;
  • Falta de ar: esse já era um indicativo para procurar um médico, mas tornou-se um agravante durante a pandemia, sendo um dos principais sintomas do covid-19;
  • Dores crônicas: se você perceber uma dor em alguma parte do corpo que você precisa tomar medicamentos para parar, é importante procurar por avaliação médica.

Além desses principais sinais, qualquer anomalia na sua saúde deve ser observada com atenção. Isso inclui excesso de fadiga, febre alta, alterações nos hábitos intestinais e até mesmo insônia. 

Leia também: Saúde no home office: quais cuidados devemos ter?

Consulta no pronto-socorro

Saber quando devo procurar um médico pode ser uma decisão difícil, mas buscar ajuda no pronto-socorro normalmente envolve acidentes ou dores muito intensas que podem se caracterizar como urgências.

Normalmente, nos casos de emergência, ambulâncias devem ser acionadas para prestarem os primeiros socorros e encaminhar o paciente ao hospital mais rapidamente.

Entretanto, muitas vezes buscar por atendimento diretamente no hospital pode ser mais rápido, desde que você saiba quando procurar o pronto-socorro ao invés de agendar uma consulta eletiva.

Podemos caracterizar o pronto-socorro como o ambiente hospitalar destinado à prestação de serviços médicos em casos de cuidados imediatos e com a necessidade de resoluções rápidas. 

As principais indicações em que você deve procurar pelo pronto-socorro são:

  • Incapacidade de falar, ver, andar ou se mover;
  • Sangue na urina ou diarreia com sangue;
  • Tosse ou vômito com sangue;
  • Sangramentos ininterruptos;
  • Dor no peito;
  • Fraturas deslocadas ou feridas abertas;
  • Desmaios ou tonturas frequentes;
  • Febre com convulsões;
  • Falta de ar ou dificuldade em respirar.

Em qualquer uma dessas situações, você deve pedir para algum familiar ou amigo te levar ao pronto-socorro para ser atendido.

Quando devo procurar um médico por conta da covid-19?

Já não bastasse precisar nos atentar aos sintomas que podem afetar a nossa saúde geral, agora com uma pandemia em andamento, devemos também tomar cuidado com a transmissão de covid-19. Os principais sintomas dessa doença, que envolvem:

  • Tosse seca e persistente;
  • Febre;
  • Cansaço extremo;
  • Dificuldade em respirar;
  • Dores musculares.

Ou seja, no aparecimento desse conjunto de sinais (todos eles ou apenas alguns), você deve procurar um médico. Caso você tenha tido contato com uma pessoa com covid-19, a primeira medida que deve fazer é cumprir com o isolamento social e domiciliar e, caso apareçam os sintomas, procurar por um atendimento hospitalar.

Alternativa para atendimento médico presencial

Por conta da pandemia do coronavírus e da alta transmissibilidade, muitas pessoas estão com receio de ir ao hospital ou às clínicas médicas para procurar por um atendimento.

Mas você sabia que existe uma alternativa simples para isso? Nos últimos anos pudemos notar o aumento do atendimento médico online e, com a quarentena, isso cresceu consideravelmente. 

Vamos conhecer um pouco mais sobre essa modalidade de atendimento.

O que é a telemedicina?

A telemedicina abrange todas as práticas médicas que são realizadas à distância, ou seja, fora do atendimento presencial hospitalar. 

Ela pode ser dividida em diferentes frentes, com a teleassistência, em que o foco é o bem-estar do paciente. Funciona como uma consulta comum, em que o paciente conta sobre os seus sintomas e o médico solicita exames e algumas vezes passa o tratamento indicado.

Caso seja necessário, o profissional pode solicitar que o paciente procure por um pronto-socorro ou marque uma consulta médica presencial com um especialista para examinar detalhadamente antes de fornecer um diagnóstico final.

Os telelaudos, ou emissão de laudos à distância, é uma área que cresceu consideravelmente no Brasil. Os exames podem ser feitos e laudados por especialistas de qualquer lugar, desde que tenham conexão à internet.

Quais os benefícios?

O atendimento através da telemedicina traz muito mais praticidade e economia de tempo para o paciente, mas também para os próprios hospitais. 

De um lado, temos pacientes que não precisam se arriscar com aglomerações em pronto-socorro, além da possibilidade de se consultar independentemente do local: em casa, no escritório ou até mesmo em viagens. Esse é um mecanismo importante de controle da disseminação de doenças respiratórias e foi de grande auxílio nos piores momentos da pandemia.

Já nos hospitais, podemos observar uma diminuição de filas, já que apenas pacientes que realmente precisarem de atendimento presencial estarão ali, o que melhora o tempo de atendimento de quem realmente precisa. 

Com o plano de saúde individual e hospitalar da cuidar.me, você conta com toda a proteção nos momentos em que mais precisar.

Nosso PS Virtual está pronto para te atender 24 horas por dia e 7 dias por semana. Seja para consultas, renovações de receita, encaminhamento de cirurgia ou acompanhamento, conte com nosso time de saúde para te apoiar.

Além disso, a cuidar.me oferece toda a proteção que você precisa nas urgências e emergências, além de atendimento hospitalar qualificado em internações ou cirurgias. Cadastre-se agora mesmo e passe a contar com a proteção da cuidar.me!

Marcus Vinicius Gimenes

Marcus Vinicius Gimenes

CRM: 124766

Fundador da cuidar.me e Médico Cirurgião Cardíaco formado pela UNIFESP-EPM. Há 10 anos empreendendo com propósito de viabilizar o acesso à saúde de qualidade com preço baixo, transparência e empatia, de modo digital e simples.

1 posts