Por que tomar vacina: 5 razões para se imunizar agora
por que tomar vacina

Por que tomar vacina? Conheça 5 razões para se imunizar

4 min de leitura

Você sabia que o Brasil é referência mundial em imunização? Isso porque tomar vacina é algo intrínseco em nosso país, que começou em 1973, com o Programa Nacional de Imunização (PNI). De lá pra cá, já acabamos com ocorrência de doenças como poliomielite (paralisia infantil), sarampo e rubéola. 

Foi graças à vacinação em massa que o Brasil conseguiu erradicar doenças como essas que antes faziam vítimas fatais ou deixavam sequelas para a vida toda. Naquela época, quando as pessoas começaram a ser imunizadas, apenas quatro vacinas eram aplicadas. Hoje, já são mais de 20. Isso nos colocou no patamar de países desenvolvidos, como Austrália, por exemplo. 

Mas, se as doenças estão controladas, por que tomar vacina ainda é necessário? Uma das importâncias da vacinação no caso de adultos, por exemplo, é que ela pode ter um período de duração determinado no organismo, como a de tétano, que é necessária uma nova dose a cada 10 anos para renovar a imunização.

Em caso de crianças, é preciso estar atento a quando tomar a vacina, pois existe a idade certa. Por exemplo, logo após o nascimento toma-se a vacina contra a hepatite B e a BCG (contra tuberculose). Tudo isso é fundamental para manter o controle das doenças

Quando as pessoas estão vacinadas, elas impedem a circulação de vírus ou bactérias que causam doenças contagiosas. Já pensou se de repente todos resolvem não se vacinar e não vacinar as crianças que estão nascendo? Algumas doenças poderiam voltar a fazer vítimas. E, além disso, com o grande deslocamento das pessoas, elas poderiam facilmente ser disseminadas a outros países

Como aconteceu com a Covid-19. O coronavírus foi transmitido primeiro na China e se espalhou rapidamente pelo mundo inteiro, gerando essa pandemia. Agora, com a aplicação de vacinas contra Covid-19 no Brasil, ainda tem pessoas se perguntando, por que tomar a vacina? 

Antes de mais nada, a importância da vacinação contra Covid-19 é que essa é a principal forma de controle da doença atualmente. Esse vírus, que já matou mais de 540 mil pessoas só no Brasil, vem sendo controlado na medida em que mais pessoas são imunizadas, como é possível analisar no gráfico a seguir:

Fonte: G1

Mas a importância da vacinação vai muito além disso. Depois de tantos anos buscando a solução para diversas doenças e com tanta experiência na imunização, tivemos alguns aprendizados. E, se você ainda está se perguntando “Por que tomar vacina?”, veja a seguir alguns motivos que impactam não apenas a sua vida, mas a de toda a população.

Por que tomar vacina: 5 razões

  1. Salva vidas

Quando tomamos uma vacina para prevenir uma doença, os componentes dela agem em nosso organismo para produzir anticorpos para aquela doença. Dessa forma, se você tiver contato com Covid, por exemplo, com uma pessoa doente, você estará protegido e se tiver algum sintoma da doença ele será mais brando. 

De acordo com a Organização das Nações Unidas (OMS), as vacinas salvam entre 2 e 3 milhões de pessoas por ano no mundo inteiro.

  1. Ajuda no aumento da expectativa de vida

Outra importância da vacinação é que quanto mais pessoas imunizadas, menos doentes ficam. Consequentemente, sua expectativa de vida aumenta. Por exemplo, uma criança que não foi vacinada na infância pode ter paralisia infantil e vir a óbito ainda em sua infância. Quando toma vacina no tempo correto, ela pode viver mais, uma vez que estará protegida. 

  1. Protege a comunidade

Quanto maior o grupo de pessoas vacinadas em uma população, menores são os riscos de a doença ser disseminada. Dessa forma, quando uma pessoa se vacina ela não só se protege, como também ajuda a proteger a comunidade em que vive. 

  1. Economiza dinheiro

Já parou para pensar no gasto que é quando você fica doente? Só de remédios vai uma pequena fortuna. E se você precisar ser internado? Vai um pouco mais. Por isso, a questão financeira também é um dos motivos porque tomar vacina é importante. Se você pode se proteger, por que não fazê-lo, não é mesmo?

  1. São confiáveis

Antes de uma vacina poder ser aplicada na população, ela foi muito estudada, analisada e testada. As pesquisas realizadas são inúmeras até que se prove a eficácia e que ela realmente funciona.

Além disso, para que ela seja administrada na população brasileira, ela precisa passar também pela aprovação de órgãos, como a Anvisa, por exemplo. Portanto, se a vacina está disponível para ser tomada, pode ter certeza que ela é confiável e eficaz.

Quando começou a vacinação no Brasil? 

Um dos fatos que marcaram a história da vacinação no Brasil foi a Revolta da Vacina. Por volta de 1904, por conta do alto número de internações de pessoas com varíola e à alta rejeição à vacina, Oswaldo Cruz fomentou no governo da época a criação de uma lei que obrigava a população a se vacinar. Revoltado, o povo foi para a rua se manifestar.

Foi mais tarde que o Programa Nacional de Imunização (PNI) começou no Brasil, em 1973. E foi um grande marco na história da vacinação brasileira. Naquela época apenas quatro vacinas eram aplicadas, hoje já são mais de 20. Com essa ação algumas doenças foram erradicadas do Brasil, como: 

  • Poliomielite (paralisia infantil);
  • varíola. 

De lá pra cá, importantes campanhas nacionais de vacinação fizeram com que outras doenças tivessem o número de casos muito reduzidos e extremamente controlados, como o tétano neonatal.

E quando a doença não tem vacina ou a vacina não previne todos os casos? 

Infelizmente, nem todas as doenças podem ser controladas com a vacinação. Nesses casos, o mais importante é procurar um médico de confiança para entender o que pode ser feito e qual o melhor tratamento.

Se você ainda não tem plano de saúde, temos uma solução bem acessível para você! O plano de saúde individual e hospitalar da cuidar.me. Com ele você pode se consultar com ótimos profissionais e fazer aquele check-up da sua saúde.

Estamos prontos para te atender 24 horas por dia e 7 dias por semana via Telemedicina, seja para realizar uma consulta, para renovar receitas e pedidos de exames, e para fazer encaminhamentos ou acompanhamentos. 

Nosso time de saúde te apoia nos momentos que você mais precisa. 

Além disso, a cuidar.me tem como foco a proteção necessária em caso de urgências e emergências.

Cadastre-se agora mesmo e comece a contar com a proteção da cuidar.me!

Marcus Vinicius Gimenes

Marcus Vinicius Gimenes

CRM: 124766

Fundador da cuidar.me e Médico Cirurgião Cardíaco formado pela UNIFESP-EPM. Há 10 anos empreendendo com propósito de viabilizar o acesso à saúde de qualidade com preço baixo, transparência e empatia, de modo digital e simples.

1 posts