Atendimento de urgência e emergência: como identificar?
atendimento-urgencia-emergencia

Atendimento de urgência e emergência: aprenda a identificar essas situações

3 min de leitura

Ninguém quer pensar em acidentes e traumas que podem nos levar ao pronto-socorro, não é mesmo? Por isso, a prevenção e os cuidados com a saúde são tão importantes.

Mas quando ocorrem situações de urgência e emergência, o atendimento rápido faz toda a diferença. Por isso, saber onde buscar ajuda, quais serviços hospitalares estão à disposição e até mesmo como proceder nesses casos é fundamental.

O atendimento de urgência e emergência é necessário quando o paciente necessita de uma ação médica imediata. Mas, afinal, quais situações são essas? Quando é necessário recorrer ao pronto-socorro, ligar para ambulância ou então preferir pela marcação de uma consulta eletiva?

Essas são algumas dúvidas comuns, mas ao mesmo tempo é fundamental que você saiba como agir nestes momentos. Por isso, preparamos um conteúdo completo para explicar mais sobre o assunto. Vamos juntos desvendar esses mistérios para estarmos protegidos quando mais precisarmos.

Quais as diferenças entre atendimento de urgência e emergência?

Como falamos, as situações de urgência e emergência requerem atendimento médico o mais rápido possível. Mas a verdade é que, apesar de serem termos bem semelhantes, existem algumas diferenças entre eles. Você sabe quais são?

Situações de emergência

O atendimento de emergência caracteriza-se por aquilo que implica risco iminente de morte ou que cause sofrimento intenso ao paciente. Ou seja, é necessário ter o diagnóstico e dar início ao tratamento o mais rápido possível para que os efeitos sejam minimizados e a pessoa esteja em segurança.

Algumas das principais situações que necessitam de atendimento imediato, pois existe um risco potencial de morte são:

  • Acidente de origem elétrica;
  • Picada ou mordida de animais peçonhentos;
  • Cortes e queimaduras profundas;
  • Hemorragia;
  • Infarto;
  • Derrame;
  • Sangue na urina, no vômito, nas fezes ou ao tossir;
  • Reação alérgica grave;
  • Alta dificuldade respiratória;
  • Convulsões;
  • Febres altas e constantes;
  • Acidentes de trânsito (incluindo atropelamentos).

A lista é maior, mas esses são alguns dos principais exemplos de quando é necessário procurar a emergência em um atendimento médico. 

Por mais que você possa procurar por um pronto-socorro pessoalmente, muitas vezes a maneira mais rápida de conseguir passar por um atendimento de emergência é solicitando uma ambulância, que vai encaminhar o paciente diretamente para o setor responsável. 

Além disso, em algumas situações os próprios socorristas podem dar início ao atendimento de emergência e primeiros socorros, caso seja necessário.

Situações de urgência

Diferente do primeiro caso, as situações de urgência são caracterizadas como aquelas que não apresentam risco de morte iminente, mas que devem ser tratadas rapidamente para não evoluir para complicações mais graves.

As principais situações que precisam de um atendimento de urgência são:

  • Torções, luxações e fraturas;
  • Transtornos psiquiátricos;
  • Dor abdominal de intensidade moderada;
  • Febre maior que 38 graus há mais de 48 horas;
  • Retenção urinária em pacientes idosos.

Ou seja, deu para perceber como as emergências são consideradas mais graves que as urgências, apesar das duas necessitarem de assistência médica rapidamente, não é?

Como proceder em situações de urgência e emergência?

Se você perceber a necessidade de realizar um atendimento de urgência e emergência, como falamos anteriormente, pode entrar em contato com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), por meio do telefone 192 ou procurar diretamente o pronto-socorro de um hospital que atenda ao seu plano.

Nos casos de urgência, é possível entrar em contato com o próprio plano de saúde para receber as primeiras orientações de socorro e até mesmo para que eles indiquem a qual hospital levar o beneficiário.

Em situações de urgência como febres e infecções, por exemplo, também é possível utilizar o serviço de telemedicina (atendimento médico à distância), para ter um atendimento mais rápido, evitando as filas do pronto-socorro.

E quando o pronto-socorro não é a melhor opção?

Em alguns casos, por mais que você sinta algum desconforto ou até mesmo dores, se a sua situação não estiver inclusa para as situações de urgência e emergência, você pode procurar por um atendimento através da telemedicina.

É possível receber assistência médica com um profissional qualificado sem sair de casa. Além disso, ele pode te passar exames, dar diagnósticos e até mesmo indicar um tratamento medicamentoso para você.

Por esse motivo, saber quando é necessário ir ao hospital procurar por atendimento de urgência e emergência é fundamental para que você não corra riscos desnecessários. Ou seja, além de evitar outras doenças, principalmente as virais, também diminui as filas do pronto-socorro, deixando para quem realmente precisa.

Como garantir os serviços hospitalares de urgência e emergência?

Com um plano de saúde hospitalar você tem a segurança de que será atendido quando mais precisar. 

Com a cuidar.me, você tem acesso a um plano de saúde que é prático, fácil e sem pesar no seu bolso. A partir de R$139 mensais, você encontra assistência médica para os casos de urgência, emergência, internações, cirurgias e muito mais.

Além disso, oferecemos o contato direto com profissionais através do serviço de telemedicina, para que você não precise ficar na fila do pronto-socorro sem necessidade, trazendo muito mais conforto e segurança para você e sua família.

Aqui você encontra o plano de saúde que te entende. Quer saber mais sobre as vantagens do plano de saúde da cuidar.me? Cadastre-se agora mesmo e passe a contar com a nossa proteção!

Marcus Vinicius Gimenes

Marcus Vinicius Gimenes

CRM: 124766

Fundador da cuidar.me e Médico Cirurgião Cardíaco formado pela UNIFESP-EPM. Há 10 anos empreendendo com propósito de viabilizar o acesso à saúde de qualidade com preço baixo, transparência e empatia, de modo digital e simples.

1 posts